Subscribe:

Pages

sábado, 1 de dezembro de 2012

O incrível plano de Rick Riordan

Olá semideuses,
Trago para vocês uma teoria bem interessante de nossa amiga Larissa Justo a respeito de um possível plano do autor Rick Riordan.
Aconselho a todos lerem esse artigo, que apesar de ser um pouco extenso, é pra lá de divertido o/

O incrível plano de Rick Riordan
Teorias mirabolantes sobre a crescente coleção de mitologias do criador de Percy Jackson - e o que ele planeja fazer com elas

Ninguém nega que Rick Riordan é dos autores de maior sucesso com público infanto-juvenil nos últimos sete anos. Graduado em Inglês e Estudos Sociais pela Universidade do Texas em Austin, o rapaz certamente domina a língua e sabe traduzir em palavras todo tipo de relacionamento humano (ou não-humano) de forma fluida e divertida. Já publicou mais de uma dezenas de livros para crianças e jovens, dentre eles as aventuras de Percy Jackson e dos irmãos Carter e Sadie - além da série Tres Navarre, que é para adultos. Arrebatou milhares de leitores pelo mundo e tem uma base de fãs muito fiel e dedicada no Brasil - inclusive aqui no Piauí, com o nosso clube-parceiro Olympians-PI! Enfim, o Rick faz sucesso porque é muito bom no que ele faz.

Rick Riordan e seu sorriso sempre simpático 

Agora, vamos chamar a atenção para o estilo de escrita do moço. A maioria dos livros dele - para falar a verdade, acho que todos os livros dele; não afirmo com certeza porque não li tudo ainda - tem enredos rápidos, com ações acorrentadas em efeito dominó e descrições que vão direto ao ponto. Não são livros longos, motivo pelo qual quase tudo que Riordan escreve acaba se tornando uma série de publicações. É difícil dizer se esse é apenas o estilo do cara ou se é uma jogada de marketing para vender mais, mas isso não vem ao caso, porque a questão é que ele sempre escreve em volumes sequenciais. Esse é o gancho para a teoria que será discutida nesse artigo.

Vocês já perceberam que o Rick já escreveu duas séries de livros sobre três focos mitológicos, é claro. Primeiro com Percy Jackson e os Olimpianos, que lida diretamente com mitologia grega. Depois, Heróis do Olimpo, que uniu a mitologia grega de Percy Jackson e os Olimpianos com a mitologia romana. Embora sejam similares por causa da enorme influência da Grécia na filosofia e religião de Roma, existem algumas diferenças fundamentais entre ambas, especialmente relacionadas às justificativas políticas de ambos os povos. A Grécia era dividida em pólis, enquanto Roma era unificada e assim permaneceu mesmo após expandir o império. Nos próprios livros é possível notar essa diferença - mais um exemplo da genialidade do autor.

Não satisfeito em re-imaginar os mitos "ocidentais" de Grécia e Roma, Rick abraçou as lendas egípcias e criou as Crônicas dos Kane. Com esses últimos três livros, conseguiu criar ficções próprias sobre três das mais aclamadas e famosas mitologias da Antiguidade. E depois dos Kane, os fãs e críticos literários imaginaram que Riordan não pararia com o hábito porque, afinal, ainda existem vários outros mitos e lendas dando sopa por aí. E não deu outra! Assim que cumprir seus prazos e metas com Heróis do Olimpo, Rick vai escrever sobre vikings, valquírias e demais mitos nórdicos. A previsão é de lançar o primeiro livro da nova série em meados de 2015:

 


 (Fonte: Publishers Weekly

Sabendo disso, você pensa: "ah, o Rick Riordan está querendo colecionar obras sobre mitologia!". É o que parece, né? Mas eu acho que o plano dele não é tão simples assim. Riordan não quer simplesmente escrever uma série para cada pesquisa arqueológica - ele quer fazer uma coisa que pouquíssimos autores têm a capacidade e a coragem de fazer - um CROSSOVER.

É isso mesmo. Um crossover. E para quem não faz a menor ideia do que estou falando, aqui vai uma definiçãozinha sucinta e direta da Wikipedia: "dá-se o nome de Crossover ao evento fictício em que dois ou mais personagens, cenários ou acontecimentos são compartilhados por séries diferentes". É uma técnica literária que mistura diversos núcleos de personagens e universos, muito comum em video games, quadrinhos e séries animadas, especialmente se dividem o mesmo autor ou a mesma empresa detentora de direitos autorais.

 É o caso de muitas (muitas MESMO) histórias dos universos da Marvel Comics e da DC Comics, sendo os Vingadores e a Liga da Justiça os mais famosos exemplos de crossover delas, respectivamente. Entre os jogos eletrônicos, creio que um dos exemplos mais populares é o Smash Bros da Nintendo, misturando vários personagens de franquias diferentes em um único jogo de combate; outro bom exemplo é a série Kingdom Hearts, que reúne os personagens tarimbados da Disney com o elenco famoso das séries Final Fantasy da Square Enix.

Não é tão comum vermos crossovers em livros porque existem muito mais obras independentes do que séries em um mesmo universo específico; além disso, quando criam novas histórias, a maioria dos autores prefere criar novos mundos e enredos ao invés de reaproveitar algo já criado; e quando reaproveitam, geralmente o fazem de forma a continuar uma história anterior, como é o caso dosHeróis do Olimpo do Riordan. No entanto, vez ou outra o autor opta por misturar ideias ao invés de simplesmente dar continuidade a elas. É o caso, por exemplo, dos livros da Diana Wynne Jones, que podem ser lidos independentemente, mas vez ou outra mencionam e reutilizam personagens de outros livros dela (como acontece em O Castelo Animado e O Castelo no Ar). A essência das histórias é diferente, mas os livros são feitos de forma a trazer ao leitor os personagens cativantes de outros livros dela.

Dá para perceber que não é uma coisa fácil de se fazer. Geralmente aumenta muito o número de personagens da história, o que dificulta coesão e divisão de pontos de vista. Poucos conseguem executar esse tipo de planejamento sem criar paradoxos ou esquecer algum detalhe importante, motivo pelo qual os universos da Marvel e da DC acabaram se tornando uma verdadeira teia de mundos paralelos, reboots e viagens no tempo. E falei de tudo isso porque o plano de Rick Riordan, caso vá para frente, é simplesmente genial.
Por que é genial? Porque Riordan começou a construir o plano de crossover nos próprios livros quevão antecedê-lo! Mas espera, para tudo, vocês não estão entendendo nada, né? Vou rebobinar a fita e explicar como cheguei a essa conclusão.

Assim que saiu A Pirâmide Vermelha, tive uma conversa empolgada com o nosso colaborador Pedroa respeito da aparente intenção do autor de criar um crossover. Ele comentou comigo sobre a novidade do livro de mitologia nórdica, e confidenciou suas suspeitas de que Rick estava armando um palco para unir todos os seus livros com base mitológica. Na mesma hora que ouvi isso, lembrei da seguinte passagem do primeiro livro dos Kane, um diálogo entre Sadie, Carter e Amós, narrado por Carter:

- E estamos na margem leste? - quis saber Sadie. - Disse alguma coisa sobre isso em Londres... sobre meus avós morarem na margem leste.
Amós sorriu.
- Sim. Muito bom, Sadie. Nos tempos antigos, a margem leste do Nilo era sempre o lados dos vivos, o lado onde nasce o sol. Os mortos eram enterrados na margem oeste. Era considerado de má sorte, até perigoso, viver lá. A tradição ainda é forte entre... nosso povo.
- Nosso povo? - perguntei, mas Sadie forçou outra questão.
- Então não se pode morar em Manhattan? - disparou.
Amós franziu a testa e olhou para o Empire State.
- Manhattan tem outros problemas. Outros deuses. É melhor mantermos tudo separado.
- Outros o quê? - reagiu Sadie.
- Nada.
A pirâmide vermelha / Rick Riordan; tradução de Débora Isidoro; p.53. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2010.
(As crônicas dos Kane; v.1)
Nem todo mundo percebeu isso, porque a passagem foi rápida, no meio de acontecimentos frenéticos para os personagens do livro, e a conversa foi rapidamente redirecionada para outras coisas. Mas dá para tirar conclusões bem sólidas do pouco que foi dito aqui!

Amós fala que Manhattan tem outros deuses. Alguém poderia até imaginar que os outros deuses sejam deuses egípcios que não estavam envolvidos na confusão de Seth e Osíris no livro um das crônicas, mas antes desse comentário há uma menção deliberada ao Empire State: "Amós franziu a testa e olhou para o Empire State". Então, vamos lá, classe, no database das coisas escritas por Rick Riordan, o que é o Empire State?
Isso mesmo! O Monte Olimpo!

E logo depois desse deslize na língua de Amós, ele diz que é melhor "manter tudo separado". Tudo o quê? Panteões, semi-deuses e manifestações específicas de cada panteão, é claro! Riordan jogou uma âncora nessa passagem e abriu um leque imenso de opções com o simples fato de ter mencionado o universo de Percy Jackson dentro do universo dos Kane. Foi bem mais direto, inclusive, do que no caso do Acampamento Romano de Heróis do Olimpo que, ao ser explicado para o leitor, se encaixou em alguns comentários discretos sobre certas áreas dos Estados Unidos e certos focos de ataques de titãs no último livro de PJO que não foram resolvidos pelo Acampamento Meio-Sangue.

E não para por aí! Em Heróis do Olimpo, quando Percy e seu grupo precisam resgatar determinados objetos no Alasca, é dito e repetido várias vezes que "o norte fica além do domínio dos deuses". Agora, vamos lá, crianças, o que fica no NORTE, no GELO, etc, etc? Opa, alguém aí disse Niflheim?

Pois é! Mitologia Nórdica, deuses nórdicos, Jotun, Aesir e afins!

Rick não jogou só uma âncora, ele basicamente criou um Bifröst todo colorido entre todas as suas obras mitológicas! Gente, TUDO ENCAIXA QUE NEM LEGO - é lindo, é mágico, é Rick Riordan.

Como já foi dito ali em cima, nem todo autor tem competência para orquestrar um crossover sem macular parte da essência dos personagens ou dos enredos originais. Só que o autor em questão tomou várias medidas que vão facilitar em MUITO a construção: 1) não amarrou demais o próprio universo, especialmente por ter mesclado mitologia com eventos, lugares e pessoas palpáveis, que fazem parte da vida dos leitores de alguma forma; 2) já jogou migalhas do crossover ao longo das três séries que se relacionam, fazendo com que a introdução da mesclagem não pareça absurda ou infundada; 3) criou uma receita de história que pode ser aplicada a basicamente qualquer tipo de folclore do planeta Terra - se Riordan quiser começar uma história sobre os deuses xintoístas, hindus ou havaianos, é só seguir os mesmos passos de PJO e Kane.

A originalidade da ideia é ainda mais impressionante porque ele provavelmente vai ter que jogar com as similaridades entre as mitologias para poder unir os enredos em um só. E para criar razão suficiente para que seus personagens se encontrem, vai usar uma similaridade arrebatadora.
Meu palpite? Fim do mundo.

Toda mitologia tem uma explicação ou previsão para o Apocalipse. Por exemplo, 2012 trouxe para o conhecimento geral a teoria de fim do mundo dos Maias, que está longe de ser o único "fim dos tempos" da cultura humana. Puxando da memória, posso citar o Ragnarök nórdico, o Apocalipse Judaico-Cristão, o Kali Yuga hindu, o Dia do Julgamento islâmico... Enfim, quase toda religião do mundo tem sua própria versão do fim de todas as coisas. O interessante é que boa parte delas compartilha, além da ideia de que o mundo vai acabar, algumas características de como, quando e porque vai acabar. Temas recorrentes são os mortos caminharem entre os vivos, bichos armagedônicos capazes de engolir corpos astrais, pestes, guerras, desastres naturais de proporções intangíveis... Existe até mesmo uma ciência responsável por compilar e interpretar versões do fim do mundo, chamada de Escatologia.
Convenhamos, seria muito épico unir vários heróis de diferentes origens e mitologias para enfrentar o Armagedom. Por isso, estou apostando minhas fichas em um enredo desse gênero. Está certo que toda missão dos Olimpianos e dos Kane teve algo a ver com ameaças à integridade da raça humana, mas não vi ninguém ainda falando de fim do mundo propriamente dito, só de entidades que têm a intenção de iniciá-lo.

E vocês, colecionadores, notaram mais alguma "âncora" do R.R. em seus livros? Acham que eu estou falando bobagem? Têm alguma outra ideia para um crossover arrasador? Estão babando pela série de Mitologia Nórdica? Eu estou!
Larissa Justo

74 comentários:

  1. No livro "o trono de fogo", na pagina 235 se nao me engano, eh no capitulo 18, "os camelos sao maus..." aparece um fantasma romano (um lar), ele fala "di immortales" e " oh Júpiter"... O tio rick eh extremamente fodao

    ResponderExcluir
  2. "Ele disse que Manhattan tinha outros problemas - seja lá qual for o significado disso.E às vezes quando eu olhava ara além do rio,podia jurar que via coisas. Sadie ria disso, mas certa vez pensei ter visto um cavalo voador.” (Cavalo voador > Blackjack )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vi essa parte, o carter fala que quando estava em seu quarto e olhava pro outro lado do rio jurava ter visto um menino em cima de um cavalo voador ( infelizmente não da pra saber se se trata do livro a maldição do titã ou do ultimo olimpiano...

      Excluir
    2. Com certeza A maldição do Titã, pois lembre-se que em o Ultimo Olimpiano , Manhattan estava em estado de torpor, qualquer mortal na cidade estaria dormindo.

      Excluir
    3. só tem um porem o Carter não é mortal

      Excluir
    4. sim, ele não é mortal, mas ia perceber q a cidade toda tava dormindo né

      Excluir
    5. E Carter mora no Brooklin. Era só Manhattan que estava dormindo

      Excluir
  3. No primeiro livro mesmo, A pirâmide vermelha, quando os Kane encontram o Deus Tot.
    " -Mas não está!-protestei.- Meu nome é Sadie Kane. Presumo que seja Tot.
    Ele ergueu uma sobrancelha.
    _quer dizer que não me conhece? É claro que sou Tot. Também chamado Djehuti. Também chamado...
    SUfoquei o riso.
    - Ja-hooty?
    Tot pareceu ofendido.
    - Em egípico antigo, esse é um nome perfeitamente o.k. Os gregos me chamavam de Tot. Mais tarde, eles me confundiram com o deus deles Hermes. Tiveram até a ousadia de mudar o nome da minha cidade sagrada para Hermópolis, embora não fôssemos nada parecidos. Se conhecesse Hermes..."
    (Pagina 254 - A Pirâmide Vermelha)

    ResponderExcluir
  4. Ainda tem no final do Livro A Sombra da Serpente que Sadie diz nas ultimas linhas que rastrearam um tipo diferente de magia no estreito de Long Island, e que eles precisariam investigar......... Rick sempre se superando..... Agora estou na expectativa de novas Noticias

    ResponderExcluir
  5. Em A Sombra da Serpente eles dizem que tem outro tipo de magia em Long Island e presisam ir investigar!! Rick Riordand acho que ele nunca vai parar de surpreender a gente!

    ResponderExcluir
  6. Eu também tinha pensado nisso na hora que eu li a passagem que o amos fala dos outros deuses

    ResponderExcluir
  7. A Sombra da Serpente é onde ele deixa mais claro a ideia do crossover,especialmente por citar o Acampamento e misturar personagens de HDO no começo do livro

    ResponderExcluir
  8. no a sombra da serpente ele coloca duas semideusas do chalé 10 na escola da Sadie *---*

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Aaaaah, meu Deus!!! Ando louquinha para ler "As Crônicas dos Kane", e agora minha vontade se multiplicou por um milhão!! Já estou pirando só de pensar que vou ter que esperar até maio pra "A Marca de Atena" sair aqui no Brasil, mas agora já tenho certeza de poder ler os três livros dos Kane!! \o/

    ResponderExcluir
  11. to doida pra ler tb!!
    amei seu blog!
    seguindo vc!!
    http://escreverdayse.blogspot.com.br/2012/12/feliz-ano-novo.html

    ResponderExcluir
  12. Nem tinha me tocado que houveram outras menções no primeiro livro, haha! Comentários muito produtivos! *__*

    Preciso ler os dois últimos livros dos Kane para poder verificar o que vocês comentaram aí em cima!

    ResponderExcluir
  13. Sabe o que eu acho? Eu tenho certeza absoluta de que o motivo pelo qual o Crossover irá ocorrer, é a manifestão do Caos. E com "Caos" eu me refiro ao Deus que criou tudo no mundo. Antes era tudo Caos, se eu não estiver equivocado... Ele foi o primeiro Deus de todos os existentes. De todas as culturas. Ele foi o principio de tudo. E então do Caos surgiu Nyx e Érebus. Ambos podem estar querendo reviver o Caos da mesma forma que os gigantes estão querendo reviver Gaia. Bem, é uma teoria. E é a mais próxima do fim do mundo que eu consigo imaginar. Pode ser que seja isso...
    Twitter: @vodkajudd. :-}

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria muito loko se fosse isso!! Oque eu mais quero e ver uma aparição do Caos, saber e entender qual é a sua natureza divina!!

      Excluir
  14. provavelmente o primeiro deus de cada mitologia irá se rebelar contra o mundo mortal, mas na verdade eles são apenas um, só em personificações diferentes para cada ponto de vista

    ResponderExcluir
  15. E O Filho de Sobek, é um crossover, mas no fim da a ideia de que eles podem se unir de novo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza. Ele já uniu o mundo de PJO com o dos Kane. Agora estou simplesmente surtando com a ideia de um crossover... Tio Rick, VOCÊ É INCRÍVEL!!!!!

      Excluir
  16. eu so tenho uma coisa a dizer sobre isso.... Tio Rick e fodastico

    ResponderExcluir
  17. Eu tô tremendo, Rosana!!!!!!! Perfeito. Assim, teremos histórias do Tio Rick por muito tempo. Só espero que eu ainda exista quando essa longa jornada chegar ao seu desfecho.

    ResponderExcluir
  18. Em O Herói Perdido o pai da Piper também cita a crença do pai dele e a mitologia como se estivessem misturadas. Ele meio que passa a ideia de um conjunto.

    ResponderExcluir
  19. Em O Filho de Netuno, Percy diz quando estão no Alasca: " Do outro lado da rua, uma gelada praia de areia negra descia para o mar, que era tão liso como o aço. O oceano aqui parecia diferente – ainda poderoso, mas congelando, lento e primitivo. Nenhum deus controlava aquela água, pelo menos não os deuses que Percy conhecia." R.R é mesmo demais!!

    ResponderExcluir
  20. e vdd axu q ele vem planejando isso des de o HDO quando incluio os romanos tio rick e magico..

    ResponderExcluir
  21. Tem o filho de Sobek!!!!!!!!!! Q liga O Carter com o Percy!!!!!!

    ResponderExcluir
  22. Sim,..tem o filho de sobek que ele liga o Carter com o Percy..mas eles não contam a história de um para o outro...mas o Carter deixa um selo na mão do Percy de modo que se ele chamar o Carter aparece...então o que deixa mais uma ligação pro crossover.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa. É verdade. Eu tinha até me esquecido disso. =D

      Excluir
  23. Sim sim, Tio Rick é demais. Eu me lembro de uma passagem em que a avó do Frank disse algo sobre o fascínio que os deuses tinham sobre ela. Deuses gregos, romanos, chineses...u-hum-hum...espero muitas mitologias misturadas por aí. :D

    ResponderExcluir
  24. Eu quase surtei quando li o que Amós falou de Manhattan *o* vai ser tão perfeito, tomara que ele faça, e logo !

    ResponderExcluir
  25. Já tinha essa ideia na cabeça, pois já tinha havido um encontro entre Percy e Carter em O filho de Sobek, então está BEM obvio que ela esta tentando/fazendo um crossover.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Nii, você viu a data de publicação dessa postagem?
      Foi em 2012, e o Filho de Sobek só saiu em 2013...
      Você que viu um pouquinho atrasada!!!

      Excluir
  26. cara , qnd eu percebi isso no livro , eu surtei ... dai comecei a reparar em outras coisas ... tipo o negocio do Cavalo Voador ... seria o Blackjack ... e coisas assim

    ResponderExcluir
  27. A mãe do Carter e da Sadie fala de perigos exteriores ao Egito. E o Carter deixa uma marca do Percy no conto "O Filho de sobek"

    ResponderExcluir
  28. Oh My Zeus, mas que revelação bombástica! Sabe, Larissa, assim como os livros de Rick, esse post foi genial. Não sei se você pesquisou muito antes de escrevê-lo, ou se já sabia, mas você deixou tudo tão claro que acho que até o Percy entenderia.
    E quer saber? Eu estou torcendo para isso tudo ser verdade. Ouvi falar do encontro de PJO e Kane, mas se colocar a mitologia nórdica no meio, acho que fica bem interessante. Cara, eu amo o Rick, ele é genial!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, obrigada! *___* Eu pesquisei um tanto para postar, sim, mas não fui atrás de todos os pontos de crossover que haviam nos livros porque não lembrava de todos. Então, é maravilhoso ler aqui nos comentários todas as citações que os leitores do blog acharam e que sustentam a ideia! Antes de eu escrever isso, não tinha saído ainda "O Filho de Sobek" - ou os outros livros dos Kane - por aqui, então, o fato do R.R. só ter confirmado ainda mais as intenções dele foi muito legaaaal! Ahh, eu quero ler os nórdicos! <3

      Excluir
  29. Ah, tomara que isso seja verdade! Agora só espero que por parte de PJO ele use alguns personagens secundários, como Nico, Thalia, Clarisse, os irmãos Stoll, em vez dos principais, sabe? É que eles também merecem ter o seu momento de fama... e cá entre nós, quem não ama esse quinteto citado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Totalmente apoiado, especialmente o Nico! <3

      Excluir
    2. Nao podemos esquecer tambem por parte de HO de Reyna...

      Excluir
    3. E o Grover! Ele só apareceu duas vezes em HDO...

      Excluir
  30. Eu sempre imaginei isso, vai ser extremamente fodastico
    E sim eu estou mais do que babando pela série nordica apenas ESPERO que volte a ser em primeira pessoa :/

    ResponderExcluir
  31. No livro o trono de fogo esta escrito assim :
    ''Olhei para Manhattan do outro lado do rio.Era uma paisagem linda.
    Quando Sadie e eu chegamos a mansão pela primeira vez,Amós nos contou que os magos tinham de ficar fora de Manhattan.Ele disse que Manhattan tem outros problemas -seja la qual for o significado disso. E ás vezes,quando eu olhava para além do rio podia jurar que via coisas.Sadie ria disso , mas certa vez pensei ter visto um cavalo voador ! ''
    é tão obvio que o Rick vai unir todas as suas séries *-*

    ResponderExcluir
  32. tem alguns bastante obvios na sombra da serpente como o aparecimento de Drew(ex conselheira do chale de afrodite) em uma festa no colegio de sadie e tbm o final dele quando eles dizem q sentem um tipo diferente de magia nos arredores de manhattan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Éééé, ainda não tinham saído os dois últimos livro dos Kane quando eu escrevi esse negócio, hehe xD

      Excluir
  33. quando eles estavam na casa de thoth ele disse " Não importa o que está vindo, é muito mal. Deuses e mortais precisarão uns dos outros.”
    isso nao se perece com deuses e semideuses lutando junto para derrotar os gigantes??

    ResponderExcluir
  34. alguem aqui ja leu o livro " O filho de Sobek" ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já e é incrível! Pena que é pequeno, mas se ele fizer um crossover vai valer a pena o tamanho do Filho de Sobek

      Excluir
    2. ne mas com o livro ja vamos ter uma ideia de como vai ser

      Excluir
  35. Eu tinha notado isso do livro dos Kane, mas não da parte nórdica citada em FdN, mas realmente espero que ele faça um crossover, se não fizer a gente apronta uma campanha no twitter! Tudo pra um crossover!

    ResponderExcluir
  36. No A Sombra da Serpente,aparece a Drew (lider do chalé de Afrodite,q perde o posto por causa da Piper) e a Lacy (a menina q apoia a Piper no chalé quando ela chega).Elas aparecem no baile da escola de Sadie e os outros aprendizes. Lacy dança com Carter e Drew implica com Sadie por causa de Walt. Sadie,dps da discursão,diz q uma vez a Lacy tinha contado sobre a Drew:

    "Lacy havia me previnido sobre Drew no primeiro dia de aula. Parecia que as duas haviam frequentado alguma colônia de férias juntas ---- blá-blá-blá,não prestei atenção nos detalhes---,e Drew demostrara a mesma tirania lá."
    --- Sadie ---
    Tai outra ancora!!!!
    /Orisvaldo

    ResponderExcluir
  37. Please people, existe gênio maior que o Rick?
    De jeito ou outro, ele sempre tem sua maneira de criar entrelinhas que os leitores atentos perceberão (dependendo do caso, nem é preciso ser atento, fica meio que óbvio. )
    Estou apenas extremamente ansiosa por essa nova série, não bastasse já estar assim por "O sangue do Olimpo" no fim do ano que vem também passei a ansiar 2015 :/
    Tenso...

    ResponderExcluir
  38. Caramba, esse texto me abriu os olhos
    "Tudo encaixa que nem Lego", chorei de rir
    Mas eu tinha esperanças de que o Rick unisse as séries, por que uma parece ter um tipo de complemento da outra, como quando em "The Serpent Shadow" o Setne diz: "Gregos idiotas, não gosto desses caras...", isso me deu uma luz, só que eu não sabia que o termo correto para isso era Crossover, espero que com essa união, várias pessoas que não gostavam dos Livros do Rick Riordan vao passar a gostar :)

    ResponderExcluir
  39. eu ja cheguei pensar q o tio Rick poderia fazer com q sadie e cater encontrarem o Percy em "sangue do olimpo"(o ultimo livro da serie) seria bem legal.... e quem n leu as cronicar de kane iria querer ler.... seria muito legal

    ResponderExcluir
  40. Na minha opinião, em Sangue do Olimpo, Gaia ira acordar -mas não completamente, pois tenho certeza que se ela acordasse completamente 'nego' nenhum ia consegui se safar-, dois dos setes irão morrer (espero com todas as minhas forças que sejam Piper e Jason!) e quem sabe, sei lá como, aquela cobra de CDK acorde tambem (desculpem, esqueci o nome dele), pra fuder com tudo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não são dois que morrem, é apenas um e este um é o Leo, mas ele volta a vida graças a Deus, e Piper e Jason tem se mostrado extremamente úteis nesse último livro cheguei a ficar impressionada...

      Excluir
  41. tem uma passagem no livro a sombra da serpente que eles estão no baile da escola e a sadie fala sobre uma garota japa e mimada chamada Drew Tanaka

    ResponderExcluir
  42. Na serie Herois do Olimpo a Vo de Frank diz que existem outras mitologias e cita a China

    ResponderExcluir
  43. O Titio Rick já fez um crossover, é O Filho de Sobek, que elen junta os gregos e egípcios.
    Pesquisei e olha o que eu descobri:
    ''Percy Jackson encontra Carter Kane em mais uma eletrizante aventura do autor best-seller Rick Riordan. Ao investigar os ataques de um crocodilo imenso contra pégasos em Long Island, o grande herói do Olimpo conhece o líder da casa do Brooklyn, que também está no rastro da fera. Os dois se juntam para combater o terrível filho de Sobek, mas as dúvidas são muitas: por que há um monstro egípcio atacando mitos gregos? Será que a união de forças dos dois heróis será suficiente para derrotar a fera? E a mais importante: quem estaria por trás desse terrível evento?''

    Fontes
    http://ascronicasdoskane.com.br/a-serie/o-filho-de-sobek/
    http://www.osheroisdoolimpo.com.br/livro/o-filho-de-sobek/

    Bjus de uma pessoa anônima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, esse aí apareceu depois de eu escrever esse post :D

      Excluir
    2. E tem O Cajado de Serápis,com Sadie e Annabeth

      Excluir
  44. Não podemos esquecer do nosso pequeno Felix que aparece no ultimo livro a Sombra da Serpente!
    "Felix socou o ar.
    _Eba! Encontrei meu caminho. Tenho que seguir o deus do gelo.
    Cocei a cabeça.
    _Existe um deus do gelo? O Egito é um deserto. Quem é o deus do gelo?
    _Não faço ideia!"
    E anteriormente Sadie diz que ele tem uma aura diferente no Duat de onde será que ele é?
    Sem contar em outra muitas passagens que o tio Rick cita nas crônicas de Kane deixando espaço para outras explicações. A e já ia me esquecendo da mãe da Sadie falando sobre magia inimiga e outros deuses.
    Nossa é tanta emoção mau passo esperar!!!!

    ResponderExcluir
  45. Putz. Acabei de terminar de ler o livro "A sombra da Serpente" e vim pesquisar um pouco...
    — Obrigada mãe — falei, sem dúvida, falhando miseravelmente no olhar calmo e sereno. — Este negócio com os deuses se afastando. Isso significa que não vamos ver você e o papai muitas vezes, certo?
    — Provavelmente — ela admitiu. — Mas você sabe o que fazer. Continue ensinando o caminho dos deuses. Traga a Casa da Vida de volta à sua antiga glória. Você, Carter e Amós vão fazer uma magia egípcia mais forte do que nunca. E isso é bom... porque os seus desafios não são pequenos.
    — Setne? — adivinhei.
    — Sim, ele! — mamãe concordou. — Mas também existem outros desafios. Eu não perdi completamente o dom de profecia, mesmo morrendo. Tive visões sombrias de outras magias e outros deuses.
    Isso não soava nada bem.
    — O que você quer dizer? — perguntei. — Que outros deuses?
    — Eu não sei, Sadie. Mas o Egito sempre enfrentou os desafios mágicos de outros lugares, até mesmo dos deuses deles. Basta ficar atenta.
    — Adorável — murmurei. — Preferia estar falando sobre garotos.


    Alguém achou alguma coisa suspeita aí? hehe Ao que indica, esse Crossover realmente vai acontecer!!! Tudo bem que pode demorar mais alguns anos... mas, sinceramente, desejo do fundo do meu coração estar aqui pra ver o desfecho dessa crossover. É impossível ser tudo coincidência, o Tio Rick é inteligente, ele deixou essas pistas justamente com o propósito de nos dar um aviso do que está por vir!

    ResponderExcluir
  46. No começo de A Sombra da Serpente. Drew e Lucy (acho que é assim),ambas filhas de Afrodite,que aparecem em O Herói Perdido,se intrometem na vida escolar de Sadie. Eu até achei graça,pois Sadie se refere às duas como "mortais". Eu fiquei tipo: Ah,Sadie,se você soubesse.

    No final de A Sombra da Serpente,também,quando a mãe dos irmãos Kane menciona pra Sadie que eles enfrentarão magia rival,até OUTROS deuses. Se são nórdicos ou gregos,ninguém sabe (e não me refiro à Annabeth).

    Então,serve essas? Tio Rick é um gênio

    ResponderExcluir
  47. Cara. Em "O Sangue Do Olimpo" a Annabeth fala que tem parentes em Boston. E a saga Nórdica do tio Rick se passa em Boston. O nome do personagem principal é Magnus Chase, e todos sabem que o sobrenome da Annie é Chase. Então esse personagem tem alguma ligação com a Annie.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é primo da Annabeth e ele é provavelmente um filho de Loki ou de um deus da sabedoria por ser astuto, inteligente e fugir da policia por anos. (Essa seria a escolha mais óbvia)

      "sobrevivendo por sua inteligência, mantendo-se um passo à frente da polícia e dos guardar preguiçosos." <<<< parte da sinopse de Magnus Chase

      Excluir
  48. Ele já fez 2 crossovers "O filho de Sobek" e o "Cajado de Sérapis". Nesse ultimo anabeth encontra com sadie, depois dos eventos do Sangue do Olimpo (a anabeth comenta sobre Frank e outras passagens). Parece q vai ter um novo vilão que quer unir os dois mundos (egipcios e gregos)

    ResponderExcluir
  49. Afrodite diz que conheceu Mitra, um deus persa quando dividia um panteão com ele em Roma. se não me engano foi na Marca de Atena.

    ResponderExcluir